Biênio 2016 - 2017

Biênio 2016 - 2017

Pesquisar

Acesso Rápido ao Blog


Sejam vossos costumes sem avareza, contentando-vos com o que tendes; porque ele disse: Não te deixarei, nem te desampararei. E assim com confiança ousemos dizer: O Senhor é o meu ajudador, e não temerei o que me possa fazer o homem – Hebreus 13.5-6

O texto acima, extraído da carta aos hebreus, sugere três conceitos que eu gostaria que estivessem presentes na sua e na minha vida durante o ano que está começando.





1. Contentamento:


Outra tradução de Hebreus 13.5 diz: “Sejam as vossas vidas livres do amor ao dinheiro, contentando-vos com o que tendes”.

De fato esse era um ditado muito comum na tradição judaica. O autor de Hebreus lançou mão desse ditado para ajudar aqueles crentes que estavam passando por grandes lutas e perseguições. Por terem se tornado cristão, muitos deles estavam sendo expulsos de seus trabalhos e suas casas.

Aqueles hebreus não estavam tranqüilos. Eles não tinham o alimento que queriam ou necessitavam. Eles não tinham os recursos que queriam ou necessitavam. Assim esse desafio ao contentamento seria um tremendo absurdo não fora aquilo que o autor relembraria; a seguir.


2. Companheirismo:

Os hebreus estavam experimentando medo por causa da falta de recursos. Os recursos haviam tomado o lugar de Deus como a fonte de seu contentamento. O autor procura lembrá-los de que a companhia de Deus e seu companheirismo nas lutas e a verdadeira garantia de sustento: “Por que ele disse: não te deixarei, nem te desampararei”. Veja Deuteronômio 31.6.


3. Confiança:

A presença companheira de Deus não somente nos tranqüiliza com relação aos recursos que necessitamos como também nos dá a confiança de que não seremos vítimas das armadilhas que outras pessoas buscam estabelecer contra nós: “E assim com confiança ousemos dizer: O Senhor é o meu ajudador, e não temerei o que me possa fazer o homem. Veja Salmos 118.6.

Podemos desconhecer o futuro, mas a Graça de Deus é suficiente para nós. Ele - e a garantia de sua presença continua conosco - é a razão da nossa confiança e da nossa coragem para viver contentes no presente e com expectativas boas para o futuro.

Tenha um abençoado 2011!

 Bispo João Carlos


No Cenáculo

Revista Escola Dominical