Biênio 2016 - 2017

Biênio 2016 - 2017

Pesquisar

Acesso Rápido ao Blog

Arquivo do Blog


“(...) torna-te padrão dos fiéis na palavra, no procedimento, no amor, na fé, na pureza (1 Timóteo 4.12b).

No conhecido verso acima o apóstolo Paulo aconselha Timóteo a ser um bom exemplo. Esse é excelente conselho para homens e mulheres líderes do povo de Deus em qualquer época ou contexto.
Paulo conhecia a importância do exemplo. Em sua primeira carta aos Coríntios ele havia desafiado aquela igreja da seguinte forma: “sede meus imitadores, como também eu sou de Cristo” (1 Coríntios 11.1).


Certamente Timóteo havia visto o exemplo de Paulo durante todos os anos que trabalharam juntos. E agora ele é exortado a passar esse exemplo adiante.
Na verdade, uma forma essencial e poderosa de discipulado é simplesmente seguir o exemplo de um discípulo mais experiente e mais maduro.
E no texto acima, no qual Paulo parece estar passando o “bastão espiritual” para a geração seguinte, ele escreve: “torna-te padrão dos fieis na palavra, no procedimento, no amor, na , na pureza”.
Para cada um desses itens quero compartilhar uma frase descritiva e um verso bíblico:

 Pureza no falar: “Não saia da vossa boca nenhuma palavra torpe, e sim unicamente a que for boa para edificação, conforme a necessidade, e, assim, transmita graça aos que ouvem” (Efésios 4.29).
 Procedimentos (atitudes) que manifestam propósito: “Porquanto a graça de Deus se manifestou salvadora a todos os homens, educando-nos para que, renegadas a impiedade e as paixões mundanas, vivamos, no presente século sensata, justa e piedosamente, aguardando a bendita esperança e a manifestação da glória do nosso grande Deus e Salvador Cristo Jesus” (Tito 2.11-13). 
 Demonstração consistente de amor: “Nisto conhecerão todos que sois meus discípulos: se tiverdes amor uns aos outros” (João 13.35).
 Fé Vitoriosa: “(...) e esta é a vitória que vence o mundo, a nossa fé” (1 João 5.4b).
 Pureza como Testemunho: “Que cada um de vós saiba possuir o próprio corpo em santificação e honra, não com o desejo de lascívia, como os gentios que não conhecem a Deus” (1 Tessalonicenses 4.4-5).
Consideremos o poder do nosso exemplo e que o Espírito de Deus nos capacite a vivermos dessa forma.

Bispo João Carlos 

No Cenáculo

Revista Escola Dominical