Biênio 2016 - 2017

Biênio 2016 - 2017

Pesquisar

Acesso Rápido ao Blog

Arquivo do Blog


E, chegando-se JESUS, falou-lhes, dizendo: É-me dado todo o poder no céu e na terra, portanto, ide, ensinai todas as nações, batizando-as em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo; ensinando-as a guardar todas as coisas que eu vos tenho mandado; e eis que estou convosco todos os dias, até a consumação dos séculos. Amém!
MATEUS 28.18-20

TODO DISCÍPULO É UM CRENTE
MAS NEM TODO CRENTE É UM DISCÍPULO
Sabe por quê? O crente somente crê em CRISTO e é freqüentador da igreja e o discípulo é aquele que crê e esta comprometido com o Reino de DEUS em fazer Sua vontade.
Será que estamos preparando em nossa igreja discípulos ou crentes? Vamos ver algumas diferenças entre eles e saber em qual deles nos enquadramos:

O crente somente espera o pão e o peixe; O discípulo é um pescador.
O crente luta para crescer pessoalmente; O discípulo luta para multiplicar-se.
O crente depende de ser amamentado; Os discípulos estão dispostos a servir, a alimentar.
O crente entrega parte daquilo que sobra para DEUS; O discípulo entrega tudo, sua vida, esse é o seu sentido de viver.
O Crente pode cair numa rotina; O discípulo é revolucionário, está sempre inovando.
O crente busca que lhe animem; O discípulo procura animar.
O crente espera que lhe designe tarefas; O discípulo é solícito em assumir responsabilidades.
O crente murmura, reclama, fala mal; O discípulo obedece e nega a si mesmo, como Jesus fez.
O crente é condicionado pela circunstância; O discípulo aproveita a circunstância para exercer sua fé, aprender mais e crescer.
10ª O crente reclama para que o visitem; O discípulo visita.
11ª O crente busca na Palavra promessas para sua vida; O discípulo busca vida para cumprir as promessas da Palavra.
12ª No crente a unção do ESPÍRITO SANTO é confirmação e meta: Eu quero ter dons, unção do ESPÍRITO SANTO; O discípulo é um meio para alcançar uma meta de ser testemunho eficaz a toda criatura, ser instrumento do Espírito.
13ª O crente vem para somar; O discípulo vem para multiplicar além das 4 paredes.
14ª Os discípulos da igreja primitiva influenciaram o mundo; Os crentes são influenciados pelo mundo.
15ª Os crentes são soldados aquartelados; Os discípulos são soldados invasores.
16ª O crente sonha com a igreja ideal; Os discípulos se entregam para alcançar a igreja ideal.
17ª A meta dos crentes é estar no céu; A meta dos discípulos é ganhar almas para o céu.
18ª O crente sai de uma congregação quando não tem um ambiente; O discípulo cria o ambiente para formar uma congregação saudável e acolhedora.
19ª O crente é apenas membro; O discípulo é servo, instrumento do corpo.
20ª O crente sabe sobre o evangelho; O discípulo vive o evangelho.
Afinal, fica a reflexão: que tipo de pessoa estou sendo? Sou crente ou discípulo?                                       Pr. Gilson 

No Cenáculo

Revista Escola Dominical