Biênio 2016 - 2017

Biênio 2016 - 2017

Pesquisar

Acesso Rápido ao Blog

Arquivo do Blog

   Há algum tempo atrás, quando ouvia este termo, eu ficava imaginando como havia sido o trabalho dos grandes servos de Deus, como John Wesley, Calvino, Billy Grahan e de tantos outros que, deixando tudo, seguiram para outros países, outras culturas, passaram por situações de perigo, tudo para cumprir o “ide” de Jesus.
  Não há como deixar de citar aqueles que hoje estão nos países islâmicos evangelizando e sofrendo a perseguição imposta por aquele regime.
 Recentemente conheci um casal de brasileiros que, colocando-se nas mãos do Senhor, mudou-se para a Alemanha onde, através de um árduo trabalho, estão ganhando almas para Jesus. Justo lá, onde ocorreu a Reforma da Igreja! Há muita vibração quando uma alma se entrega ao Deus todo poderoso.
   Certamente há júbilo no céu com o resultado do trabalho daqueles e destes irmãos, pois através deles pecadores se arrependeram e hoje fazem parte da família de Deus.
   Mas o chamado para ser missionários foi só para nossos antepassados nem para alguns poucos irmãos.
   Quando Jesus diz “ide por todo o mundo e pregai o evangelho a toda criatura” Ele não está falando apenas aos discípulos, está falando a nós também.   Você pode se perguntar: Eu, missionário?
    Sim, você um missionário!   Que espetacular comissão o Senhor dá a mim e a você!   Uma missão possível!
   Posso ser um missionário a partir do meu lar, pois se eu não testemunhar à minha família sobre Jesus, será vão todo meu esforço para propiciar bem estar a ela.
Posso ser um missionário à minha vizinhança e aos meus colegas de aula ou trabalho. Já fez as contas de quantas pessoas você pode evangelizar?
   E o interessante é que não precisa subir em um púlpito, não precisa falar em milagres; não precisa sair da sua casa, rua ou empresa, basta testemunhar.
 O teu relacionamento com filhos e esposa deve espelhar o amor de Deus. Teu relacionamento com vizinhos e colegas deve refletir o amor de Deus. Enfim, a forma como você vive deve deixar claro que Deus vive em você e que Ele pode fazer diferença na vida daqueles que te rodeiam.
  As pessoas ao nosso redor estão buscando, de todas as formas e em todos os lugares, preencher o vazio de seus corações, procuram, desesperadamente, algo ou alguém que dê sentido às suas vidas.
  Tua vida tem sentido? Então deixe que outros conheçam Àquele que dá sentido à tua vida!
Edson José Schwaida

No Cenáculo

Revista Escola Dominical