Biênio 2016 - 2017

Biênio 2016 - 2017

Pesquisar

Acesso Rápido ao Blog

Arquivo do Blog


Uma das profecias mais emocionantes da bíblia é a que se encontra em Isaías 9.1-7. No meio de varias profecias terríveis sobre Judá e Jerusalém, encontramos essas palavras de esperança para o povo. No verso 6 o profeta cita alguns títulos do “menino que vai nascer”. E esses títulos são a expressão da sua ação em favor do seu povo:




1.      Maravilhoso Conselheiro: expectativa de sabedoria.

Isaías está dizendo que a esperança de Judá está nesse conselheiro maravilhoso cujos planos, propósitos, desígnios e decretos para o seu povo é pleno de sabedoria.

2.      Deus Forte: expectativa de poder.

Com certeza o apóstolo Paulo estava pensando nessa promessa quando afirmou que Deus “é poderoso para fazer infinitamente mais do que tudo quanto pedimos, ou pensamos, conforme o seu poder que opera em nós” Efésios 3.20
E o apóstolo João, na sua visão do final dos tempos afirma que os poderes do mal “pelejarão contra o Cordeiro, e o Cordeiro os vencerá, pois é o Senhor dos senhores e o Rei dos reis; vencerão também os chamados, eleitos e fiéis que se acham com ele”.

3.      Pai da Eternidade: Expectativa de cuidado.

A palavra “pai” nesse texto não deve ser confundida com a idéia de Deus Pai. De fato a ênfase aqui está relacionada com cuidado paternal (a compaixão) do Messias para com o seu povo.
E a idéia de “eterno” enfatiza um cuidado que nunca se acaba.
O texto de Mateus 9.36 é apenas uma das referencias da atitude de compaixão que marcava o relacionamento de Jesus com o povo: Quando ele viu a multidão, ele teve compaixão, porque eram como ovelhas desgarradas que não têm pastor”.

4.      Príncipe da Paz: Expectativa de integralidade, inteireza.

A palavra “paz” ou “shalom” significava mais do que ausência de conflito. Significava inteireza, integridade conseqüente do fato de que os conflitos são tratados com sabedoria. Só Jesus pode de fato fazer isso.

É nesse sentido que o apóstolo Paulo afirma em Romanos 5.1 que justificados, pois, mediante a fé, temos paz com Deus por meio de nosso Senhor Jesus Cristo”.
Paz com Deus, poro meio de Jesus Cristo, o Príncipe da Paz! Mesmo no meio do caos do mundo no qual vivemos.
Que essa expectativa boa, profetizada por Isaías, continue dominando o seu e o meu coração nesse tempo de advento.

Bispo J. Carlos

No Cenáculo

Revista Escola Dominical