Biênio 2016 - 2017

Biênio 2016 - 2017

Pesquisar

Acesso Rápido ao Blog

Arquivo do Blog


“Saudai meu querido Epêneto, primícias da Ásia para Cristo” (Romanos 16.5b).

O verso acima é fácil de passar despercebido. Na carta aos romanos, o apóstolo Paulo vinha expondo grandes verdades teológicas e agora ele se move para um capítulo muito pessoal.
Esse capítulo 16 é repleto de referencias a pessoas que o Apóstolo conhecia pessoalmente. Ele especificamente saúda 27 pessoas pelo nome. A maioria dessas pessoas é desconhecida para nós. Elas não são mencionadas em qualquer outro lugar na bíblia.
Epêneto, por exemplo, teve o privilégio de ter sido o primeiro a se tornar discípulo de Jesus na província da Ásia (atual Turquia – Ásia Menor). Isso significa que ele foi o primeiro convertido durante a primeira viagem missionária de Paulo.
Paulo o chama de “meu querido Epêneto”. Isso mostra um relacionamento especial. Durantes anos, sem e-mail ou telefone Paulo manteve contato com esse discípulo.
Lembre-se de que Paulo está escrevendo aos cristãos de Roma. Agora  Epêneto já não mora mais na Ásia. Agora ele mora em Roma para onde ele parece ter se relocado.
Certamente Epêneto recebeu e entendeu a exortação de Paulo que, em sua primeira viagem “os persuadia a perseverar na graça de Deus” Atos 13.43.
Aqui não posso deixar de recordar as palavras de Jesus “eu vos escolhi e vós outros e vos designei para que vades e deis fruto e o vosso fruto permaneça. Epêneto é um fruto (um discípulo) do apóstolo Paulo que permaneceu. Mesmo depois de muitos anos, e tendo se relocado para outra cidade ele permanecia firme na fé e fiel à comunidade dos cristãos.
Fico imaginando o sorriso no rosto de Epêneto quando alguém, lendo essa carta diante de toda a congregação, citou o seu nome!
Essa é a benção do discipulado: não apenas apresentamos o evangelho, mas desenvolvemos relacionamentos duradouros e consistentes. E zelamos pela permanência dos discípulos e discípulas na fé e na comunidade!
Bispo J.Carlos



No Cenáculo

Revista Escola Dominical