Biênio 2016 - 2017

Biênio 2016 - 2017

Pesquisar

Acesso Rápido ao Blog

Arquivo do Blog

Quando Herodes percebeu que havia sido enganado pelos magos, ficou furioso e ordenou que matassem todos os meninos de dois anos para baixo, em Belém e nas proximidades, de acordo com a informação que havia obtido dos magos. Então se cumpriu o que fora dito pelo profeta Jeremias: "Ouviu-se uma voz em Ramá, choro e grande lamentação; é Raquel que chora por seus filhos e recusa ser consolada, porque já não existem" Mateus 2.16-18.

Sempre associamos o tempo do advento e do natal com alegria, amor e paz, mas na narrativa bíblica vemos que o primeiro advento foi também um tempo de maldade e sofrimento.

Conhecemos a história, mas normalmente não a destacamos porque parece tão contraria a tudo o que se fala a respeito do advento e do natal.


Num esforço para destruir Jesus, Herodes promove um tremendo infanticídio na região de Belém.

Esse foi o clima do primeiro advento: "Ouviu-se uma voz em Ramá, choro e grande lamentação; é Raquel que chora por seus filhos e recusa ser consolada, porque já não existem”. Certamente cada família naquela região foi afetada direta ou indiretamente pela decisão de Herodes de matar os meninos de 2 anos para baixo.

A verdade é que, desde a queda do homem, sofrimento e dor sempre existiram na experiência humana. A fé cristã não ignora esse fato. Pelo contrário, a presença e a  ação de Deus, em Jesus, acontecem em meio, e apesar da dor e do sofrimento.

No meio das lutas e do sofrimento ainda hoje os discípulos e discípulas de Jesus continuam a lembrar-se e a proclamar a mensagem do primeiro advento: E chamá-lo-ão pelo nome de EMANUEL, Que traduzido é: Deus conosco” Mateus 1.23.

Continuamos proclamando Deus conosco no sofrimento trazendo alívio. Deus conosco nas lutas nos dando coragem para enfrentá-las! Deus conosco nas vitórias do dia a dia! Deus conosco na vitória final e definitiva, quando ele “limpará dos olhos toda a lágrima; e não haverá mais morte, nem pranto, nem clamor, nem dor; porque já as primeiras coisas são passadas” Apocalípse 21.4.

Tenha um abençoado período de advento!

Bispo João Carlos

No Cenáculo

Revista Escola Dominical