Biênio 2016 - 2017

Biênio 2016 - 2017

Pesquisar

Acesso Rápido ao Blog

Arquivo do Blog

Em decorrência do dia do amigo que foi no último domingo, 20, resolvi dedicar o texto da nossa coluna de hoje a esses que são nossos presentes de Deus: Os amigos. Há um tempo, quando ainda morava em Belo Horizonte, eu e alguns amigos da mocidade da igreja estávamos em um propósito de orarmos juntos pelas nossas vidas, famílias e igreja.

Nesse tempo fomos extremamente edificados, fortalecidos e moldados e ficamos cada dia mais maravilhados com as coisas que Deus faz em nós e através de nós. Mas, o que mais tem me deixado impressionada, desde então, é a aliança, ainda mais forte que criamos uns com os outros quando oramos juntos. Uma amiga, já havia me dito que quando duas ou mais pessoas se unem em um só propósito, os laços ficam ainda mais apertados... E, não é que é verdade?

Como é forte o poder da oração! Nesses dias vimos tanta coisa acontecer porque nos dispomos a fazer algo tão essencial para a vida cristã: ORAR! Vimos libertação, vimos cura física e espiritual, relacionamentos restaurados, pessoas se entregando a Jesus, vimos confirmação de chamados... Tanta coisa! Tanta coisa compartilhada, tanta amizade sendo construída! Sinceramente, não podia imaginar como é bom ver amizades sendo firmadas através da oração. 

Como é bom ter com quem dividir o fardo e ter alguém que lute com você por uma causa que é sua. Como é bom poder lutar e ajudar a carregar o fardo do outro. Ao orarmos juntos naqueles dias, vimos que, em UM SÓ CORPO não existem problemas de um e de outro, não existe peso de A ou B, não existe alegria de um só, mas sim fardos e lutas, alegrias e realizações de TODOS. 

Acredito que não só em uma igreja um grupo possa ser considerado um CORPO, no qual todos os membros estão unidos e um machucado em um deles afete todo o resto, mas sim em qualquer grupo que esteja firmado sobre o mesmo propósito de agradar o coração de Deus e amar todos os que estão envolvidos. Não importa que sejam amigos de longe ou perto - Paulo tinha a maioria dos seus amigos distantes dele - podemos, sim, ser um só corpo, que ama através da nossa maior arma: a ORAÇÃO.

"Para que não haja divisão no corpo, mas antes tenham os membros igual cuidado uns dos outros de maneira que, se um membro padece, todos os membros padecem com ele; e, se um membro é honrado, todos os membros se regozijam com ele" (1 Co 12.25,26).
Por Anna Elisa

No Cenáculo

Revista Escola Dominical